quinta-feira, setembro 23, 2010

SABEDORIA DOS MESTRES ASCENSOS



Um Diálogo Via Registos Akásicos Pela Rev. Michelle Coutant (19 de Setembro de 2010)

Que sabedoria nos podeis oferecer para nos assistir, quando nos sentimos “presos” em todas as áreas das nossas vidas, incapazes de avançarmos?

Abençoados, os desafios estão a chegar-vos de modo tão rápido, é muito compreensível que muitos de vós estejais desencorajados, e muitos se estejam a sentir incapazes de se mover para a frente. Pedimos-vos que “parem e cheirem o perfume das rosas”, parai e voltai para o vosso Coração Sagrado. Cessai o que estais a fazer que vos angustia e, simplesmente, permiti o perdão. Permiti o perdão para vós. Não nos podemos forçar a esse ponto. Quando sois tão duros convosco, e não dispostos a perdoar-vos, apenas perpetuais mais daquilo que está a fazer com que vos sintais “presos”, em primeiro lugar. Perdoar-vos libertará muito mais das vibrações distorcidas que estão a fazer com que vos sintais incapazes de avançar. Conforme vos perdoais, sois capazes de regressar uma vez mais à vibração do amor. Amor-próprio, Queridos. Não podemos dizer-vos o suficiente, que deveis continuar a regressar ao amor-próprio e descobrireis que todas as soluções serão encontradas, pois é o que vos está a impedir de avançardes. A vibração do julgamento e da falta de perdão por vós mesmos são vibrações que vos retêm no corpo do ego. Elevais as vossas vibrações à medida que regressais às vibrações do amor de vós mesmos. A vibração do amor é a vibração que mais fortemente vos ajudará a encontrar as soluções. Tem-vos sido dito, com frequência, que a solução é sempre encontrada na vibração mais elevada do que a do problema que estais a procurar resolver. Esta é a grande sabedoria para recordardes e ajudar-vos-á, uma vez mais, a avançardes. Aplicai isto a todas as áreas das vossas vidas, Queridos, e o vosso caminho será mais uma vez limpo e iluminado, o vosso caminho ficará mais claro para vos moverdes de novo.
Consoante vos pedimos para “parardes e cheirardes o perfume das rosas”, descobrireis que sois capazes de o fazer quando tiverdes retornado à vibração do amor. Procurai a alegria, Queridos, buscai a alegria e o amor e lembrai-vos de que esta vida será concluída em um breve momento de eternidade. Quereis viver esta vida em dor e sofrimento ou quereis vivê-la em amor e alegria? Trata-se de uma escolha que cada um de vós deve fazer e nós damos-vos esta informação para vos guiar no acesso ao amor e à alegria.
Tirai o tempo para estardes na natureza, pois a influência da aterragem da vossa mãe terra e dos espíritos da natureza assistir-vos-ão no regresso ao amor dentro do vosso Coração Sagrado. Deitai-vos em cima da vossa mãe terra e senti-vos afundar no seu amoroso abraço, enquanto ela vos permite que deixais ir tudo o que não serve para vós e o absorve no seu abraço amoroso. Senti-vos afundar dentro do seu solo, e libertai tudo o que tem causado os sentimentos de “estardes presos”. Libertai-o e ficai no abraço da mãe terra, e tornai-vos conscientes dos devas e dos espíritos da natureza à vossa volta, amando-vos, amparando-vos, abraçando-vos, se lhes permitirdes. Momentos de tranquilidade na natureza farão muito para vos refrescar nas vossas vidas diárias.
Tirai este tempo, Queridos, tomai um banho de sal, acendei uma vela, dai um longo passeio, fazei o que vos agrada quando vos sentis incapazes de vos moverdes para diante. Para aqueles de vós que sentem que não têm tempo para fazer isto, nós perguntamos-vos, quanto tempo estais a desperdiçar na vossa falta de movimento para avançardes? Nós vos asseguramos, vós tendes tempo. Vós ireis renovar-vos e refrescar-vos, e rejuvenescer-vos. E, finalmente, tirai um tempo específico para meditardes no amor do vosso Coração Sagrado. Senti este amor, sede este amor. Vós completais o ciclo à medida que vos afastais do amor do vosso Coração Sagrado e sabeis que sois capazes de voltar para dentro do amor do vosso Coração Sagrado.
Como podemos nós assistir-vos a remover os padrões de comportamento repetitivos que vemos em vós, mas tendes sido incapazes de os mudar ou transmutar?
Queridos, esta mensageira tem uma analogia que lhe foi dada a ela, para a ajudar a reconhecer os padrões de comportamento que já não lhe serviam. Trata-se de uma analogia que também lhe permitiu ver o humor nessas situações. Quando vos descobris a repetir um padrão de comportamento que não vos serve, visualizai uma “máquina de música” e podeis atribuir um número a esse comportamento particular. Quando vos encontrais a trazer à tona o comportamento que não vos serve, vede a “máquina de música” na vossa mente, vede o botão correspondente a este comportamento a ser premido e podeis ver a máquina a saltar para cima e para baixo e de um para o outro lado, conforme os seus botões são premidos. Temos esperança de que este bocadinho de humor vos ajude a verdes comportamentos que gostaríeis de mudar, conforme eles surgem na vossa vida.
Queridos, vós levais-vos tão a sério. Se vos pudésseis ver como nós vos vemos, não seríeis tão sérios. Vós sois divinos, gloriosos, seres de luz, de uma magnificência que sois incapazes de ver, ou compreender. Pedimos-vos para saberdes que assim é, e vós tendes todos os dons, talentos e habilidades para transcender tudo o que não vos serve.
Que outra sabedoria gostaríeis de oferecer no que respeita à limpeza dos padrões repetitivos de comportamento?
Pedimos que intensifiqueis o uso da Chama Violeta. Identificar os padrões que escolheis para libertar é como que um grande passo para avançardes. Quando sois honestos convosco próprios e fazeis o trabalho necessário de vos auto-interrogardes para vos ajudar a seguir em frente, estais a viver na verdade e integridade que vos ajudará a avançardes. O auto-inquérito é de grande importância para vos moverdes. Identificai os padrões de comportamento que vos estão a afastar de uma verdade superior. Chamai a Chama Violeta, chamai Saint-Germain, Lady Portia, o Arcanjo Zadkiel, a Lady Ametista, e chamai todos os Anjos da Chama Violeta que estão aqui para vos ajudar a trabalhar com a Chama Violeta. Invocai a vossa Presença Eu Sou para activar a Chama Violeta. Esta virá dos reinos mais elevados e virá de dentro da Terra. A Chama Violeta irá então resplandecer através do vosso Coração Sagrado. É como se estivésseis rodeados de um turbilhão desta calma e transformadora chama. Não vos daremos mais do que o que sois capazes de usar, e quando intensificais o uso da Chama Violeta, ser-vos-á dado mais. Diariamente, usai a Chama Violeta. Cada vez que vos encontrardes num destes padrões repetitivos que gostaríeis de mudar, transmutai-o com a Chama Violeta. Ao longo do dia, respirai a Chama Violeta, enviai-a para a Terra como uma dádiva, e trazei-a de volta para cima e para fora através do centro do vosso Coração Sagrado, frente e atrás, na forma do símbolo do infinito, conforme exalais. Exalai-o para a terra, para a humanidade e para todas as formas de vida. Preenchei-vos a vós mesmos com a Chama Violeta e tende a intenção de transportar a Chama violeta no vosso campo em todos os momentos e, à medida que respirais para dentro e para fora, enviai-o para todas as formas de vida. Ser-vos-á concedido mais à medida que usais a Chama Violeta para vos transformardes e ajudar todos os outros à vossa volta.
Existe um fluxo e refluxo, conforme integrais o que haveis aprendido e o que vos tem sido apresentado, para aprenderdes. Permiti-vos mover-vos no fluxo e refluxo. O vosso fluxo e refluxo é afectado também pelos corpos planetários e pelos eventos astrológicos. Conforme vos tornais conscientes disto, isso ajudar-vos-á à medida que fordes compreendendo que existem forças superiores a trabalhar no Plano Divino, e o Plano Divino tem muitos trabalhos intrincados que afectam cada um e todos vós. Sabei que não podeis estar sempre a par das nuances do que está a ocorrer no processo de ascensão. Voltai para o amor nos vossos corações, sempre, Queridos, e sereis capazes de fluirdes no tempo divino, e no fluxo e refluxo do universo.
Nós somos os Mestres Ascensos. Estamos aqui convosco, para vos ajudar. Pedi-nos que irradiemos amor para vós, pedi-nos que estejamos convosco, para vos trazermos equilíbrio e harmonia para as vossas vidas.


Podeis copiar e partilhar, com Amor e Bênçãos. Por favor, copiai a mensagem na sua integralidade, atribuindo os créditos a Sananda através da Rev Michelle Coutant e fornecei o contacto para : www.transformingradiance.com

Visitai o sítio de Michelle Coutant: www.transformingradiance.com

Blog Cósmico de Michelle: http://transformingradiance.com/cosmicblog/

Email: michelle@transformingradiance.com

Todo o meu Amor e muitas Bênçãos

Michelle

Tradução: Ana Belo – anatbelo@hotmail.com

(TEXTO EXTRAIDO DO SITE: http://fraternidadebranca-luzdanovaera.blogspot.com/ EM 23/09/2010.

quarta-feira, setembro 22, 2010

O SOL EM LIBRA

Principal Característica: a busca do outro, a sociabilidade

Qualidade: diplomacia, elegância, simpatia, bom senso
Defeito: hesitação, necessidade de agradar, dificuldade com conflitos

“A ti Libra, dou a missão de servir, para que o homem esteja ciente dos seus deveres para com os outros; para que ele possa aprender a cooperação, assim como a habilidade de refletir o outro lado de suas ações. Hei de te levar onde quer que haja discórdia, e por teus esforços te concederei o Dom do Amor.”
E Libra voltou ao seu lugar. (Original de Martin Schulman – Karmic Astrology: The Moon’s Nodes and Reincarnation, 1977)
O antigo nome de Libra era ‘Balança’. A balança estava associada ao ato de medir, dividir, pesar, ou seja, era a busca do justo, do exato e do correto.

A primeira coisa que chama a atenção quando você conhece um libriano é a sua sociabilidade, cordialidade, simpatia. Mesmo os librianos mais tímidos são, em sua real natureza, sociáveis, buscam a interação com as pessoas. Porém, essa é uma imagem superficial do libriano. Há muito mais dentro de um libriano do que a simpatia. Para isso, temos que conhecer a história básica desse signo.
Trata-se de um signo do elemento Ar, portanto, a mente é o guia do libriano. Não estamos dizendo, com isso, que ele é exclusivamente racional, mas o libriano procura pensar sobre as coisas ao seu redor, sobre as pessoas, os sentimentos. Em segundo lugar, é um signo cardinal, portanto, voltado à ação. Somando ambas as características vemos que ele é ativo (cardinal) com a sua mente (Ar). E também o elemento Ar é o mais humano de todos (não há nenhum animal que simbolize um signo de Ar), o mais sociável, então podemos entender porque, dos três signos do Ar, Libra é o que busca mais ativamente (cardinal) o contato com as pessoas (Ar).
Todos os signos do Ar têm o pai como o formador da sua personalidade. Não se trata de o pai ser melhor do que a mãe, pois essa seria uma afirmação tendenciosa, apenas é o pai quem moldou a personalidade do filho, influenciou-a. O libriano não necessariamente terá que se parecer com o pai, mas terá muito de sua forma de se guiar pela razão. O libriano nasce em uma situação de conflito entre os seus pais. É bom salientar que isso pode ser real ou não, mas esse é o modo como ele percebe as coisas. Em meio a esta situação, ele tem que ponderar quem está certo no quê. Resulta daí a característica conciliadora, diplomática e de equilíbrio do libriano. Em um conflito, o libriano opta primeiro pelo entendimento, procurar compreender as partes envolvidas, ainda que uma das partes seja ele mesmo.
A segunda característica libriana é a preocupação com o outro. Você veja, ele era apenas uma criança quando começou a se preocupar com os pais, a querer uni-los. É claro que a união deles trará também paz e unidade para o libriano, mas de qualquer forma ele primeiro está se preocupando com outrem para atingir isso. O lado positivo dessa atitude é que o libriano é alguém que lembra que o outro existe. O negativo é que ele terá mais dificuldade em defender o próprio lado. Ou terá medo de se defender se não achar que tem razão. Mas se achar que tem razão, ele poderá ser bem veemente.
A necessidade social também poderá fazer com que o libriano – em maior ou menor grau – faça algumas coisas para agradar ou pela companhia. Que isso aconteça poucas vezes ou em pequenas coisas, não há problema, a questão é se o libriano começar a conciliar demasiadamente, a aturar por muito tempo, a ceder demasiadamente, até que um dia tenha que explodir ou surpreender as pessoas a sua volta para poder se livrar da situação.
Por que se diz tanto que o libriano conhece as artes da diplomacia? Porque o libriano é consciente de que com simpatia é possível se conseguir muitas coisas. Tem facilidade em lidar com as pessoas e descobrir o que elas querem. Sabe, igualmente, que é preciso pegar leve. É como se ele conhecesse aquela parte de todo ser humano que precisa ser agradada, adoçada.
Algumas coisas, entretanto, não podem ser resolvidas apenas com base na diplomacia, e os librianos aprendem isso enquanto vão crescendo. É um conflito fundamental para o libriano a questão de como usar a razão para resolver uma situação em que ele talvez tenha que se posicionar, colocar o seu direito, o que ele quer.
Também fala-se muito da questão do equilíbrio. Nota-se esse conceito em muitas coisas na vida do libriano, na boa estética da sua casa, na escolha adequada de suas roupas, e na maneira em que tentam interagir com o outro de forma a ambas as partes saírem satisfeitas. O equilíbrio é algo muito importante para o libriano. Ele prefere ser moderado, dar-se bem com todos, ao invés de assumir uma postura radical. É mais ou menos como caminhar sobre uma corda, você precisa ver a corda e enxergar a sua frente. Se perder qualquer um dos dois de vista, cairá. O equilíbrio, por natureza, solicita que você mantenha sempre dois ou mais pontos de vista.
Também na sua vida procura distribuir-se entre trabalho, relacionamentos, amor, interesses pessoais. O equilíbrio do libriano não é estático, e nem poderia ser, por isso quando sente que está exagerando em uma conduta, tenta reagir e utilizar outra. Por isso, ele está em eterno movimento, afinando a sua vida constantemente, como a um instrumento. De certa forma, sempre se observando ou, com alguém fazendo isto por ele.
Por que se diz que alguns librianos são muito superficiais, só querem saber das coisas boas, não querem ver as más? A questão é a decisão. O “o que fazer”. Ao admitir algo, é preciso tomar uma decisão, para a qual nem sempre se sentem preparados, sendo este, em geral, um tema com o qual tendem a sofrer um pouco na vida.
A noção de balança é tão forte em Libra (“nem tanto ao mar, nem tanto à terra”), que quando ele vê alguém injustiçado pode querer ajudar. Se você é muito veemente, ele talvez te traga outro ponto de vista. Libra gosta do caminho do meio. Por isto, muitos librianos evitam as pessoas muito complexas ou até mesmo negativas, mas, contraditoriamente, podem atraí-las, pois elas precisam do que Libra lhes tem para dar.
A maior dificuldade do libriano é quando ele se sente dividido. Lembre-se de que o conflito dele foi entre o pai e a mãe, que pareciam opostos. Essa polaridade aparecerá sempre na vida do libriano. Haverá horas em que ele simplesmente não saberá como agir, que atitude tomar e quando, exatamente quando. Por vezes, ele poderá tentará ir levando o que, na realidade, precisaria de uma intervenção mais radical.
O libriano quer respeitar os próprios desejos, e os desejos do outro. Sempre compreende o outro, mas gostaria de também ser compreendido. É nessa hora que Libra precisa aprender algo com o seu signo oposto, Áries, que claramente se posiciona para ‘faça o melhor para si mesmo’. Curiosamente, ele, que preza tanto o equilíbrio, pode justamente perdê-lo quanto tenta colocar tudo em uma balança! Algumas vezes, o libriano precisa de um pouco do instinto, do impulso, de não pensar tanto. Seria como uma pitada de sal em uma comida: é só um toque. Assim, de vez em quando, ele precisa colocar a sua opinião, dizer claramente o que pensa, para que os outros levem em consideração também o seu ponto de vista, seus desejos e sentimentos. Sem contar que algumas vezes ele precisará cuidar dele, e não do filho, da empresa, da família, etc.
Assim, finalizando, todo libriano precisa aprender a ser um pouco mais decidido, pois isso não ferirá em nada qualidades notáveis como a diplomacia e o fato de serem normalmente queridos por onde passam. Libra precisa entender que o equilíbrio perfeito não existe e que alguns problemas vão ter de ser resolvidos com uma solução parcial de algum modo. Algo como não ser possível dividir as coisas em 50% e 50%, mas aceitar que 60% e 40% já pode estar muito bom.
Além disso, a paz e a harmonia, ou um mundo, por vezes, de falsa felicidade, não podem ser mantidas a qualquer preço. Quando eles custarem demasiadamente, Libra precisa se dar ao direito de virar a mesa e ser, nem que por alguns instantes, desagradável. É um modo, justamente, de retornar ao equilíbrio!

(Original extraido do site: http://vanessatuleski.com.br/v2/tudo-sobre-os-doze-signos/o-sol-em-libra-o-libriano/ em 22/09/2010)
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...