terça-feira, dezembro 14, 2010

Que Tempo Maravilhoso!!!!

Que tempo maravilhoso para se viver! Do ponto de vista de um observador, a melhor maneira de descrever o que somos capazes de bater neste momento é semelhante ao que recebe um abraço de amor incondicional de alguém que ocupa um lugar muito especial no nosso coração. O tipo de abraço amoroso que faz o nosso coração saltar um pouco de excitação. O tipo de abraço amoroso que nos proporciona um conforto profundo, que nos permite colocar as nossas armaduras, ao revelar o nosso "eu verdadeiro sem hesitação. O tipo de abraço amoroso que derrete todas as preocupações revelando como trivial que eles realmente estão na foto grande.
Vocês sabem, no caminho espiritual tem-se o hábito de falar de Luz e os seres que estão no caminho, quaisquer que sejam as diligências, quaisquer que sejam os ensinamentos, qualquer que seja o que vocês vivem na vida, têm o hábito, nesses diferentes esquemas, de decidirem por si mesmos e, portanto, de serem seu “próprio mestre”, ou seja, decidir por vocês mesmos o que vocês queriam fazer em sua vida.
Cada um o vive, hoje, em diferentes níveis, é claro.
Lembram-se das palavras do Cristo: “Ninguém pode penetrar o reino dos Céus se não voltar a ser como uma criança”.
Uma criança vive no instante, ela está sujeita à instantaneidade da vida, ela está sujeita, também, infelizmente, com os pais, a uma autoridade exterior.
Portanto, cabe a vocês saberem se resistem ou se vocês se abandonam.
Há somente dois esquemas ou dois caminhos possíveis.
Eu evoquei (mesmo se isso pôde chocar, mas não há nada de chocante aí) que lhes será feito a cada um de acordo com sua Fé.
Então, é claro, o ser humano sempre teve medo, há sempre em nós, quando se está vivo, certo número de medos que se manifestam: os medos de abandono, os medos de faltar, os medos de estar só, os medos disso, os medos daquilo.
Esses medos estão ligados, obviamente, ao mental, dado que Sri Aurobindo lhes disse que o medo não é você.
Vocês são identificados ao seu medo, mas, quando um medo chega, se vocês dizem: «tenho medo», vocês cristalizam ainda mais o medo.
O medo não é você.
O medo, ele é segregado, como ele disse, pelo cérebro antigo, pelo cérebro reptiliano, mas ele não está absolutamente inscrito ao nível de seu Princípio transcendente.


Portanto, vocês não são identificados aos seus medos e, portanto, esta desincrustação de seus próprios medos não se realiza pela vontade, não se realiza por qualquer anamnese ou qualquer mergulho em seu passado, mas realiza-se apenas através, efetivamente, do Abandono à Luz, ou seja, passar, e nós o repetimos inúmeras vezes, da lei de ação / reação para a lei de ação de Graça.
Vocês não podem depender das duas leis, é por isso que eu falei de separação.
Não é a Luz que separa, é claro, são aqueles que aceitam a Luz e aqueles que recusam a Luz.
Porque é uma coisa dizer: «eu quero a Luz» ou «eu tenho uma busca espiritual» ou «eu tenho vinte anos de caminho espiritual».
Apenas no momento em que vocês fazem como o Cristo: "Pai, que Tua Vontade se faça e não a minha", apenas naquele momento, a transmutação pode se viver.
Mas a alma, o que é que é a alma?
A alma é a intermediária entre o corpo e o Espírito.
A alma é animada de impulso, é a palavra que empregamos para não confundir com a emoção.
A emoção é a personalidade, o impulso é a alma.
O impulso da alma vai sugerir comportamentos que serão função também da interação entre sua personalidade e sua parcela de Eternidade.


"Glória a Deus nas Alturas e Paz na Terra aos Homens e Mulheres de Boa Vontade ! "
Derramem-se as bênçãos divinas generosamente sobre todos nós !



Recebido por email

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário. Obrigada.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...