sexta-feira, junho 17, 2011

Tripla Cruz Cósmica no Céu em Junho-Julho de 2011 "A Segunda Vinda do Cristo Cósmico?"

Tripla Cruz Cósmica de Junho-Julho de 2011 "A Segunda Vinda do Cristo Cósmico?"Publicado por Andrea Cortiano em 17 junho 2011 às 18:11 em VIMANAS - AS NAVES DE SHAMBHALA.



Um momento crucial declarado no céu
Estes são os fatos no curso: 21 de junho o sol entra no signo zodiacal de Câncer e começa a definir-astrológico-é chamado de Grande Cruz Cósmica, no zodíaco, onde os signos de Áries, Câncer, Libra e Capricórnio será ocupado por certos planetas formados entre esta cruz no céu.Os planetas envolvidos são o Sol, Júpiter, Urano, Saturno e Plutão.
Tripla Cruz Cósmica de Junho-Julho de 2011
A Segunda Vinda do Cristo Cósmico?
É o sinal do filho do homem?
Prelúdio do fim dos tempos?
O que significa?
Entre os dias 24 de junho e 14 de julho, haverá um fenômeno raro no céu.
Uma cruz cósmica é um evento raro, mas em um espaço de 12 anos, a de 2011 será a terceira.
Agosto de 1999, junho de 2006 e junho de 2011.
Se a cruz de 1999, fez correr rios de tinta, especialmente por estar acompanhada por um eclipse do sol e estar a 5 meses do ano de 2000, espero que a de 2011 não fique atrás, pois na minha opinião, é mais impressionante.
É impressionante por várias razões e vou detalhar as que me parecem ser mais importantes.
1 – Não é só uma cruz, mas três que estão acontecendo. A primeira começa no dia 23 de junho e atinge seu mais alto grau de perfeição no dia 30/06/2011. Os planetas que a constitui são: Sol em Câncer em oposição Plutão em Capricórnio – Urano em Áries, em oposição a Saturno em Libra.
Precisamente o dia 30 envolve a conjunção com o Sol, Venus e a Lua.
Em 01/07/2011, a Lua faz uma segunda cruz com Plutão, Urano e Saturno.
Terminando no dia 05/07/2011 e quando a primeira cruz ainda não foi desfeita, Vênus configura uma terceira cruz com Plutão, Urano e Saturno, que finaliza em 14/07.
2 – Vênus, o Sol e a Lua em conjunção no dia 30/06, lembra a imagem simbólica do Apocalipse 12-1: “Apareceu no céu um grande sinal: uma mulher revestida do sol, a luz debaixo de seus pés e sobre sua cabeça uma coroa de doze estrelas. ²Estava grávida e gritava de dores, sentindo as angústias do parto”.

Gráfico da Cruz cósmica do dia 30-06-2011, com o Sol, Venus e a Lua em conjunção.
3 – O Sol e Plutão em oposição.
Sempre a partir do ponto de vista simbólico, o deus da luz e o da escuridão em oposição (O céu e o Hades simbólicos).
4 – Urano e Saturno em oposição – Saturno em Libra
Saturno ou Cronos, o deus do tempo, no mito grego, derrubou seu pai Urano, deus do universo, cortando seus testículos com uma foice. Não esquecendo que o mito arremata a Cronos o governo da idade dourada ou a primeira idade do mundo. (portanto no outro braço da cruz, estão em oposição o primeiro deus e o tempo, seu filho). Saturno em Libra. Libra, tradicionalmente, simboliza o julgamento (a balança), então a partir do símbolo, nos diz que "o tempo está em julgamento."
5 – Papus, em seu livro “O Tarot dos Boêmios”, escrito em 1911, faz uma relação entre os 22 arcanos maiores do tarot e as 22 letras do alfabeto hebraico e suas correspondências astronômicas.
Na cruz cósmica que nos ocupa e sempre seguindo as conclusões de Papus, as correspondências dos elementos que tornam-se parte dela são:
Constelações   -   sinais astrológicos:
Áries: Letra Hebraica (HE) N° 5 - Carta: Sumo Sacerdote
Capricórnio: Letra (HAYIN) N° 16 - Carta: Torre
Libra: Letra (LAMED) N° 12 - Carta: O Enforcado
Cancer: Letra (HET) N° 8 - Carta: Justiça
Astros:
Urano: (ALEPH) -1- Mago *
Plutão: (SAMECH) –15- Diabo *
Saturno: Letra (RESCH) nº 20 – Carta: O Julgamento
Sol: Letra (THAU) nº 22 – Carta: O Mundo
Para Urano e para Plutão, Papus não dá nenhuma correspondência, o que é lógico, dado que pelo menos oficialmente, nenhum deles era conhecido na antiguidade e inclusive hoje nós sabemos que Plutão não é sequer considerado um Planeta.

* Esta lacuna, encheram-me intuitivamente, pois as características mitológicas de Urano correspondem à Letra (ALEPH) n° 1 então a Carta: O Mago e o Plutão mitológico é equivalente ao diabo, então a Letra (Samech ) n º 15, Carta: Diabo
Se tomarmos agora os números de ordem das letras hebraicas envolvidas e somarmos dois a dois a começar pelo sol em cancer, obteremos esta curiosa coincidência:
(Sol) 22 + (Câncer) 8 = 30
(Urano)1 + (Áries) 5 = 6
(Plutão) 15 + (Capricórnio) 16.
Aqui deveremos operar de maneira teosófica
15 = 10 + 5
16 = 10 + 6
20 +11 (2011)
(Saturno) 20 – (libra) 12 (2012)
Então temos 30 – 6 – 2011 – 2012
6 – Mais coincidências: Agora usando as letras hebraicas, compomos duas palavras, seguindo a ordem a partir do 1 e escrevendo da direita para a esquerda como se faz em hebreu.
Com as letras Aleph, Samech, Resch, Thau, compomos a palavra Prisioneira.
Com He, Hayin, Lamed, Heth, a palavra resultante significa, Elevação ou Peregrinação para cima.
Sem esquecer que, segundo a tradição, a alma é prisioneira do corpo.
7 – Mas há ainda mais coincidências: Temos utilizado o número de ordem das letras hebraicas, mas estas também têm seu próprio valor numérico. Da 1ª até a 10ª vale igual que sua ordem. A 11ª vale 20 e aumenta seu valor de 10 em 10 até a 19ª que vale 100, a 20ª vale 200, a 21ª 300 e a 22ª (Thau) 400.
Os astros que envolvidos são 6 no total. Sol, Lua, Venus, Urano, Saturno e Plutão. Se somarmos seus valores numéricos, vejamos o que acontece:
Astro      Letra    ordem valor
Sol         Thau      22 400
Lua        Beth      2 2
Venus    Ghimel   3 3
Urano    Aleph    1 1
Saturno  Resch   20 200
Plutão    Samech   15 60
A soma dos valores é ..............666
O livro do Apocalipse contém 22 capítulos, um para cada letra hebraica e é no capítulo 13 versículo 18 que se refere ao famoso número 666. Ele diz:
"Aqui está a sabedoria. Aquele que tem entendimento calcule o número da besta, pois é número de homem. E seu número é seiscentos e sessenta e seis”.
Muito poderia ser dito sobre o simbolismo deste parágrafo, mas vou me contentar com notar que a letra hebraica n°. 13 é MEM e representa a morte, a morte, no sentido de renovação, termina o velho e nasce o novo. E a letra n º 18 é TSADE, palavra hieroglífica que expressa a idéia de fim ou objetivo e sua correspondência astronômica é Aquário.
Quer mais coincidências? Pois existem, mas eu considero as expostas as mais relevantes e de fácil compreensão.

No livro que acabo de publicar “El Crismón de Jacobus y el fin de los tiempos” falo de minha experiência, de como esta informação chegou a mim e minhas próprias conclusões a respeito. O livro pode ser encontrado na página www.caminodelsimbolo.com.
Se Graham Hancock, Robert Bauval y Antonhy West, entre outros, estão certos e a Esfinge de Gizé olha para a posição da era Leão há mais de 12.500 anos, e a este momento os egípcios o chamavam Zep Tepi o principio dos tempos e o ciclo equinocial é um pouco menos de 26.000 anos, isso significa entramos justo na metade do ciclo, a metade descendente de que falam as antigas tradições, o processo de materialização do espírito e agora começaria o caminho de retorno ou de espiritualização da matéria.
Todo isso coincide também com as previsões do Calendário Maya que situa esse momento ao final de 2012 e que dizem que o ser humano haverá de decidir em sua consciência entre sua harmonização com a natureza e o cosmos ou sua autodestruição.
O que eu digo neste escrito, pode e deve ser comprovado se o assunto é do seu interesse. Para isso basta colocar as datas indicadas acima em qualquer programa de astrologia para comprovar que a cruz mencionada terá lugar aí. Verifique os dados no livro O Tarot dos Boêmios e consulte um especialista hebraico sobre o significado das palavras.
Outra questão é se Papus tinha razão ou não nas suas conclusões sobre a relação entre as letras hebraicas e as estrelas, assim como eu estou, nas relações de Urano e Plutão que não coincidem com o livro de Papus.
É incrível também, como é possível que coincida a data em que terá lugar a cruz cósmica com a soma dos números de ordem, como argumentado acima, dado que o calendário gregoriano é de 1582, a descoberta oficial de Urano é de 1781 e de Plutão em 1930. Também é incrível que o dia 29 do 06 seja o dia dedicado a São Pedro (simbolicamente o portador de ambas as chaves).
Será esta cruz cósmica o “Sinal do Filho do Homem”, mencionada em Mateus 24-30? Em minha opinião, o simbolismo encaixa perfeitamente. Como é possível haver tanta coincidência?
Com certeza, devo confessar, que não sei, mas posso dizer que há.
Tudo me faz pensar que realmente existe um plano divino, os ciclos de evolução, que eram conhecidos desde a aurora dos tempos e que nos deixaram pistas e chaves nas diferentes épocas e culturas diferentes.
De minha parte eu penso e sinto que sim, acho que estamos no limiar daquilo que tem sido chamado de o fim dos tempos, mas eu não o interpreto como tem sido interpretado, como a destruição do planeta Terra, mas como o despertar da consciência e o início de uma nova humanidade.
Acho que é o final dos tempos, porque terminam os tempos de declínio e de pensar e agir a partir do mais puro instinto de sobrevivencia para ser feito a partir do amor e da consciência. Eu acho que é o dia do juízo final, porque o ser humano deixará de julgar-se e de julgar os outros. Eu acho que significa o fim do mundo porque deixaremos de acreditar em um mundo de desigualdades, no poder da força, na imposição, na aparencia, para acreditar em um ser humano como célula cósmica, membros de um mesmo corpo e sabedores de que o que afeta um, ao final afeta o corpo inteiro. Um mundo de real liberdade e a partir do amor.
Eu acho que significa a segunda vinda do Cristo, porque não acredito em Jesus de Nazaré, como personagem histórico, mas em um Cristo como ideal de perfeição humana, tal como é descrito simbolicamente nos evangelhos, e acredito que há um pouco mais de 2000 anos, foi feita uma corrente de pensamento inspirada a partir dos níveis espirituais elevados, que deu origem ao cristianismo primitivo e esta foi a “primeira vinda”.
Igualmente creio que uma nova onda de inspiração está chegando a nós nestes tempos.
Mais duas coincidências a respeito à segunda vinda:
Existe um documento do final do século I chamado “A Ascensão de Isaías”, que Earl Dohertty, faz eco em seu romance “O Quebra-Cabeça de Jesus”. O capítulo 9 deste documento diz: “O Senhor descerá ao mundo nos últimos dias... E quando tiver sido retirado o anjo da morte, ressuscitará no terceiro dia e permanecerá no mundo por 545 dias. E então muitos dos justos subirão com ele”.
Se levarmos em conta, desde que começa a cruz cósmica em 24.06.2011, até 22.12.2012 (data do Calendário Maya), há exatamente 545 dias.
No Apocalipse 8-1 diz: “Quando se abriu o sétimo selo, houve silencio no céu cerca de meia hora”.
Considerando o ciclo equinocial de quase 26 mil anos como o grande ano cósmico, com 12 meses (eras) de 30 graus (dias) 26000/12 = 2166,67 / 30 = 72,22 / 24 (horas) = ​​3.01.
Portanto, 1 hora do ano cósmico, equivale a três anos terrestres, logo meia hora do ano cósmico equivale a 1 ano e meio ou 545 dias.
Se o ciclo começa em Leão e interpretamos cada era como um selo, o sétimo selo é Aquário.
O "silêncio do céu". Eu o interpreto como uma ausência de influências externas durante esse ano e meio, nem para o bem, nem para o mal, ficando a sós com o nosso verdadeiro estado de consciência


Que cada qual tire suas próprias conclusões.
Extraído de: http://xochipilli.wordpress.com/2010/06/10/la-cruz-cosmica-del-sols...
http://redjedi.foroactivo.net/t6780-astrologia-triple-cruz-cosmica-...
Publicado por Gloria Helena


Extraído de: http://armonicosdeconciencia.blogspot.com/2011/06/triple-cruz-cosmi...
Tradução para português (do Brasil): SILVANA.


A chave está no coração, fique focado em harmonia, paz e amor sobre o que acontece no nosso ambiente.


Fonte: http://portaldosanjos.ning.com/group/osltimosguardiesdogrupodapazluzeamor/forum/topics/tripla-cruz-cosmica-de

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário. Obrigada.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...