segunda-feira, julho 25, 2011

...nunca hesitou em me machucar

Eu jamais conseguiria evitar algo que estava predestinado a acontecer, mas simplesmente, eu tentei mudar meu destino. Tentei arrancar de meu coração aquela lepra que me contaminava: o amor desmensurado por um homem que não me amava, mas que mesmo assim estava comigo.
Quando se nutre um amor platônico é ruim, mas pior ainda é você estar com uma pessoa que não te ama. Você saber que não é amado e ainda assim, continuar insistindo nessa situação claustrofóbica. É extremamente assustador como nos tornamos carcereiros de nós mesmo, como nos prendemos a grilhões desnecessários.
Estar com a pessoa que você ama não significa que essa pessoa ame você, às vezes, ela só está com você por medo de ficar sozinha, por não ter uma opção melhor que você.
Estou deprimida, tento agradá-lo por medo de perdê-lo... mas, como perder aquilo que não tenho? Não o tenho... e mesmo assim tenho medo de não tê-lo mais, tenho medo da solidão que sufoca mais do que o amor não correspondido, entretanto, eu sei que se algum dia ele tiver uma escolha, ele não hesitará em me deixar...nunca hesitou em me machucar.


[Camila Márcia]
 
Fonte: http://devaneiosfugazes.blogspot.com/2011/07/nunca-hesitou-em-me-machucar.html

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário. Obrigada.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...