segunda-feira, novembro 14, 2011

OS BENEFÍCIOS DO PERDÃO

O "Perdão" depende da tua boa vontade, do teu desejo, da tua disposição de querer soltar aquilo que te fez mal em algum momento. Quando pedes ajuda começam a trabalhar todos os mecanismos do Universo para restaurar a harmonia na tua vida.
O processo do perdão pode comparar-se ao fato de tomar consciência de que na realidade, ninguém nos fez mal nem tão-pouco nós fizemos aos outros. O suposto "pecado" não é mais do que um erro de percepção.
Definitivamente, isto é demasiado simples para que o nosso ego o possa aceitar. O ego sempre tem todas as razões do mundo para justificar a sua posição especialmente, quando nos aborrecemos com alguém. Então encontramos as razões lógicas ao nosso aborrecimento que nos levam a julgar e condenar. Ademais, o ego procura aliados. Tratamos de convencer a todos das nossas razões. Mas a verdade é que quanto mais justificamos a nossa posição, realmente mais inseguros estamos.
Um dos motivos pelos quais não existem culpados é porque cada um de nós sempre está a dar o seu melhor, de acordo com o seu grau de cultura e Consciência. Quando nos enganamos é porque não sabemos fazer algo melhor. Se retrocedêssemos no tempo até o momento justo em que cometemos um grande erro dez anos atrás, voltaríamos a fazer o mesmo, porque esse era o nosso estado de consciência.
Sempre fazemos o que cremos que é melhor em cada momento, ainda que estejamos totalmente enganados.
Deus não condena porque sabe que estamos aqui para aprender. O ego é o único que julga e condena.
A nossa mente é limitada e nunca captamos tudo o que está a se passar. Tal como vimos anteriormente, existem fios kármicos que contêm histórias secretas para os nossos sentidos. Podemos perceber uma situação como uma injustiça, mas na realidade, não sabemos se o injusto só lhe está a dar a oportunidade ao outro de resolver o seu erro.
Ademais, as diferenças culturais fazem que a nossa capacidade de juízo seja limitada. Por exemplo, para um esquimó é bom hábito oferecer a sua mulher para que durma com a pessoa que os visita. Para nós, parece uma loucura; no entanto, para os esquimós é totalmente normal. Quem tem razão? A resposta é simples: nenhum. Cada um está a viver a sua própria experiência.
Sem fazer referência a nenhuma personagem política em particular, é importante saber que aquelas personagens "más" que mobilizam grandes quantidades de pessoas são espíritos que têm a missão de elevar a Consciência Colectiva de certa raça ou sociedade. Eles podem despertar emoções negativas, mas também ajudam a desenvolver a atitude de serviço de todo um povo ou uma nação. O ódio que eles despertam individualmente não é mais do que o ódio que cada um tem que sanar em si próprio. Todos os países têm o seu karma de grupo. Cada cidadão tem de lidar em maior ou menor medida com este tipo de karma. Um exemplo notável é o caso de Cuba.
De acordo com a numerologia, a palavra "Cuba" soma 8, números de karma fortes provas e dor. Não é casualidade que em Miami a rua dos cubanos seja a rua 8.
Segundo a Lei de Causa e Efeito, em essência só fazemos duas coisas: damos amor ou pedimos amor.
Uma forma muito comum de pedir amor é a queixa.
Quando uma pessoa se "queixa ou reclama" a outra a sua atenção, no fundo só lhe está a pedir o seu amor. Lamentavelmente, a queixa é um recurso negativo que leva a obter o resultado oposto.
Na rede de relações que estabelecemos, todos aprendemos e ensinamos ao mesmo tempo. Embora não sejamos conscientes disso, as pessoas que nos rodeiam aprendem algo de nós e vice-versa, ainda quando a relação seja superficial ou de pouco tempo.
Das grandes crises aprendemos lições maiores, mas fazendo uso da nossa faculdade de eleger, "Eu peço-lhe ao Universo que me ensine de boa maneira".
Basicamente porque não gosto de aprender através da dor. A maioria das pessoas aprende desse modo para ficarem cheias de ressentimento ou frustrações.
Sugiro-te que me imites e peças que, a partir de este momento, tudo o que tenhas que aprender seja ensinado de boa maneira e assim é.
Um abraço de luz! Marco
 
Fonte: http://hankarralynda.blogspot.com/2011/11/os-beneficios-do-perdao.html

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário. Obrigada.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...