domingo, maio 06, 2012

PENSAMENTO ESPÍRITA


Qualquer de nós,
quando não desculpe agravos recebidos;
quando não se coloque no lugar do ofensor
 para sentir-lhe as tentações e justificar-lhe, 
de algum modo, as fraquezas;
quando não pronuncie sequer uma frase
 de tolerância para com as faltas alheias;
quando se disponha a louvar exclusivamente os amigos,
 sem ver as qualidades nobres dos adversários;
quando retribui vergastada por vergastada ou prejuízo por prejuízo;
quando conserve rancor ou ressentimento contra a pessoa de alguém;
quando não encontre motivos para o exercício da benevolência e da paz;
quando nada faça para desfazer incompreensões e aversões;
quando critique ou injurie.
Qualquer de nós que adote semelhante comportamento
 está desconhecendo a própria natureza e tornando-se, com isso,
 mais profundamente suscetível à influência do mal,
 requisitando, em regime de urgência,
 o apoio da simpatia e o amparo da oração.
Albino Teixeira
(De “Coragem”, de Francisco Cândido Xavier – Espíritos diversos)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário. Obrigada.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...